Home Empresa Produtos Galeria de fotos Localização Fale conosco
 
Adsorvente de Micotoxinas
Amiréia
Bicarbonato de Sódio
Carbonato de Cálcio
Caulim
Cloreto de Potássio
Enxofre
Farinha de Ostras
Fosfato Bicálcico
Gordura Protegida
Iodato
Melaço
Monensina Sódica
Óxido de Magnésio
Óxido de Zinco
Probiótico
Sal Moído
Salinomicina
Selenito
Sulfato de Amônia
Sulfato de Cobalto
Sulfato de Cobre
Sulfato de Ferro
Sulfato de Manganês
Sulfato de Zinco
Uréia
Uréia Pecuária
Uréia Protegida
Virginiamicina

Detalhes do produto
 
Uréia Pecuária
A uréia é uma substância branca, cristalina e solúvel em água. Contém aproximadamente 46% de nitrogênio e possui um equivalente protéico de 287%. A uréia a ser utilizada na alimentação animal é a uréia alimentar encontrada no comércio contendo de 42 a 45% de nitrogênio, enquanto as usadas como adubo contém 44 a 46%. Quando a amônia é absorvida e excede a capacidade de conversão em uréia, existe um aumento do nível de uréia no sangue, resultando em intoxicação, que se inicia pelas células nervosas fazendo com que o animal apresente sintomas nervosos como: inquietação, salivação intensa e tremores musculares seguindo de descoordenação, dificuldade respiratória. Há prostração podendo ocorrer timpanismo e espasmos tetânicos antes da morte. A morte ocorre de 30 minutos a 2,5 horas após o início dos sintomas. Como tratamento usa-se água fria cerca de 20 - 40 litros; ácido acético ou mesmo o vinagre diluído em água fria na proporção de 1:2. A expressão cana + uréia refere-se, na verdade, à mistura cana-de-açúcar + uréia + sulfato de amônio (sendo 9 partes de uréia para 1 parte de sulfato de amônio). Os sulfatos participam da mistura principalmente como fornecedores de enxofre, elemento indispensável para a síntese dos aminoácidos sulfurados de proteínas microbianas. Apresentação saco de 25 kg.


   


 
Rua Jarauçu, 343 - Jardim Columbia CEP 79018 - 140
Tel. (67) 3325-8443 / 99912-2730 | E-mail: nutrimix@nutrimixms.com.br
Campo Grande - MS / Desenvolvido por EquipeA.com.br